Skip to main content
Psoríase

Psoríase – Fotos, Causas e Tratamento Caseiro

Bem comum dentre as doenças de pele, a Psoríase pode aparecer geralmente no couro cabeludo, joelhos e cotovelos e, com menos freqüência, nos pés, unhas e, algumas vezes até na região genital.

Podendo variar os níveis de gravidade, pode ser considerada de fácil tratamento ou, nos casos mais graves, causar comprometimento físico, levando à sua incapacidade.

A doença pode ser encontrada em vários tipos, variando também suas características.

Quer conferir mais sobre essa doença? Então continue acompanhando esse artigo e aprenda mais sobre o assunto. Boa leitura!

Psoríase: tudo o que você precisa saber sobre essa doença

Dentre os tipos da doença estão:

Palmo-plantar

Costuma atingir, causando lesões, as palmas das mãos e os pés, na região da sola.

Artropática ou Artrite Psoriásica

Lembrada por seus danos nas articulações, causando dores fortes e rigidez progressiva, esse tipo da doença, pode estar envolvida com qualquer forma clínica da Psoriase.

Podem aparecer também inflamações na pele e descamação, ou seja, a eliminação patológica da cama da pele.

Psoríase Fotos e Causas

Eritrodérmica

Bem incomum, sendo pouco vista, é também um tipo de Psoríase bem complicada.

Suas lesões podem atingir cerca de 75% do corpo ou, as vezes, até mais. Pode causar manchas vermelhas de coceira intensa e proporcionar também ardência.

Desencadeada geralmente por infecções, outros tipos de psoríase que não foram bem curados ou queimaduras graves.

Pustulosa

Aparecendo de maneira rara, as partes afetadas costumam ser as menores áreas do corpo, como as mãos e pés. Mas, podem aparecer em manchas por várias outras partes.
Sua evolução é rápida, evoluindo rapidamente de pequenas manchas vermelhas para bolhas cheias de pus. As bolhas podem oscilar, desaparecendo e aparecendo depois de dias, até semanas depois, trazendo febre, calafrios e coceira intensa.

Ungueal

Esse tipo de psoríase faz com que o crescimento das unhas ocorra de maneira anormal, afetando os pés e as mãos. Ela pode perder a cor, ficar com a sua forma mais grossa e demonstrar manchas amareladas em sua superfície. Dependendo da gravidade, a unha pode até descolar da pele e/ou esfarelar.

Gutata

Geralmente aparece em crianças e jovens com idade inferior a 30 anos.
Costuma aparecer em conseqüência a infecções causadas por bactérias, como por exemplo, as de garganta.

A pessoa que possui esse tipo de doença normalmente apresenta pequenas feridas, em forma de gota, cobertas por uma fina “escama”. Afetam a região do tronco, pernas, couro cabeludo e braços.

Invertida

Costuma surgir em pessoas acima de seu peso esperado, já que é mais comum aparecer em regiões de “dobras”, como axilas, em baixo do joelho, na virilha e nos órgãos genitais.

Atinge essas regiões por serem mais úmidas e, conseqüentemente, mais propicia a atrair essa doença de pele.

Aparece em forma de manchas de manchas inflamadas e de coloração avermelhada.

Psoríase Tratamento caseiro natural

Vulgar ou em placas

Forma mais comum da doença, pode aparecer em forma de lesões avermelhadas acompanhadas de escamas da cor branca, surgindo no couro cabeludo, joelho e cotovelo.

Dependendo da gravidade, pode se espalhar por todo o corpo, atingindo partes inesperadas como dentro da boca e os genitais.

Apesar de suas causas não serem totalmente conhecidas, acredita-se que a genética tem um papel importante no aparecimento da Psoríase.

Confira os principais fatores que são responsáveis por desencadear essa enfermidade:

  • Infecções na garganta
  • Machucados na pele, como queimaduras, inflamações e cicatrizes cirúrgicas
  • Fumo e o excesso de ingestão de álcool.

Alguns medicamentos indicados para certos tipos de doenças ou tratamentos, como a pressão alta e a malária.

Pessoas dentro dos fatores de risco são aquelas que possuem históricos de psoríase em suas famílias, portadores do vírus HIV, fumantes, alcoolistas e pessoas obesas.

Seu tratamento, dependendo do diagnostico realizado pelo profissional responsável, pode variar desde medicamentos (os Imunossupressores e os medicamentos biológicos) até sessões de fototerapia (com luz violeta UVA e UVB).

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *